meu sapato branco

Objekt

Titel

meu sapato branco

Beschreibung

Pois é , é dificil parar pra pensar em como tudo mudou tão rápido , há uns 4 meses tava fervendo o carnaval e você se sentia uma sardinha dentro de uma lata , hoje a gente tem medo de sentar próximo de alguém no metrô , depois de uma semana você via pouquissimas pessoas na rua com mascara e os especialistas na tv ''as mascaras são apenas para quem está com covid'' , na outra semana ''mascara apenas para profissionais da saúde'' e do nada piscamos e todos estão de mascaras na rua , você vê criancinhas brincando , andando de bicicleta com uma mascara, você vê até os negacionistas usando , quando tudo começou eu pensava : ''ok , no máximo até maio tá tudo ok'' , hoje eu já penso :''no melhor das hipóteses será o ano inteiro assim'' , é louco pensar hoje o esquema é entrar em casa e sair correndo pro banho , não dá pra colocar a mesma roupa no guarda roupa , não dá pra usar o tenis pra pisar em casa , é uma separação de coisas que estavam na sua bolsa , toca uma coisa , usa alcool gel , toca naquela coisa e outra esborrifada de alcool gel , toca ali , alcool gel , quando eu tomo banho o meu óculos vai junto pro chuveiro , esses dias que reparei que há meses eu não tenho a minima vontade de me arrumar mais , passar um batom , um simples lápis , percebi que eu andei descabelada vários dias , tenho ido trabalhar e ás vezes durante o plantão me esqueço com qual roupa eu saí de casa , saudade de chegar em casa e sentar no sofá.

Datum

Março de 2020

Mitwirkender

eu e meus sapatos de ir trabalhar

Räumlicher Geltungsbereich

são paulo, brasil

Urheber

Andressa Gonzaga

Rechteinhaber

Ja

Rechte

CC BY-SA 4.0

This item was submitted on 2. Juni 2020 by [anonymous user] using the form “Leben in der Corona-Krise” on the site “Das Coronarchiv”: https://coronarchiv.geschichte.uni-hamburg.de/projector/s/coronarchiv

Click here to view the collected data.